Semestre sobre o Ensino Social do Papa por capuchinhos de SP

De julho a novembro, os frades capuchinhos de São Paulo, através da Comissão Justiça, Paz e Integridade da Criação (JPIC), promoveram, quinzenalmente, aos sábados à tarde, formações on-line sobre o Ensino Social do Papa Francisco, em vista de fortalecer as ações solidárias e as entidades e pastorais sociais. Foi direcionado a quem atua nas pastorais sociais e serviços caritativos, mas também aberto aos que querem ingressar nestes serviços tão importantes nos dias de hoje, em meio à atual pandemia.

Com cerca de 160 inscritos, de diversas localidades do país, tanto leigos como religiosos e presbíteros, iniciaram as formações em 25 de julho, com uma introdução à Doutrina Social da Igreja, conduzida por frei Marcelo Toyansk. Em agosto, seguiram duas formações abordando a Exortação Apostólica “Alegria do Evangelho” (Evangelii Gaudium), do Papa Francisco. A primeira parte dela foi abordada em um sábado por frei Emerson Rodrigues, e a segunda parte, quanto à “dimensão social da evangelização”, foi abordada pelo frei Zeca (frei José de Oliveira). Durante estas duas formações foram compartilhadas algumas práticas e ações socioambientais dos participantes.

Em setembro, durante o Tempo da Criação, convocado pelo Papa para 1º de setembro a 4 de outubro de cada ano, foi abordada, em duas formações, a Encíclica do Papa Francisco Laudato Si’ (sobre o cuidado da casa comum). Estas duas formações foram conduzidas por frei Marcelo Toyansk e o ecólogo Breno Herrera (analista ambiental e prof. no Instituto Teológico Franciscano). Neste Tempo da Criação, a Comissão JPIC dos capuchinhos produziu semanalmente posts para a vivência da ecologia espiritual, social, humana, ambiental e integral, subsídios formativos veiculados amplamente nas redes sociais:

https://jpic.capuchinhos.org.br/blog/capuchinhos-vivem-tempo-da-criacao-com-ofs-e-familia-franciscana/

Para concluir este Tempo da Criação, no 3 de outubro, véspera da festa de São Francisco e no dia do lançamento da esperada nova Encíclica do Papa Francisco sobre a “fraternidade e a amizade social”, a formação aconteceu em forma de live, abordando “da Laudato Si’ a Fratelli Tutti”, com ampla visualização e transmitida pela rede social da OFS/SP, conduzida por Moema Miranda, franciscana secular, antropóloga, do Sinfrajupe (Serviço Interfranciscano de Justiça, Paz e Ecologia), assessora da REPAM (Rede Eclesial Pan-amazônica) e participou como auditora no Sínodo para a Amazônia, em Roma: https://www.youtube.com/watch?v=-mYiYPIGKlY

Na sequência, em outubro, uma ano após a Assembleia dos bispos do Sínodo para Amazônia, em Roma, junto ao Papa, foi abordado o “Sínodo para a Amazônia” em duas formações, ambas conduzidas pelo irmão Reinaldo Piccard e frei José O. Longarez (ambos estiveram em missão na Amazônia). Na primeira formação, abordaram o “Documento Final do Sínodo para a Amazônia”, a partir da experiência missionária deles. E na segunda, abordaram a Exortação do Papa “Querida Amazônia”, fruto deste Sínodo e importante ensino do Papa para a renovação da Igreja nos dias de hoje!

Por fim, em novembro, a formação tratou mais profundamente a nova Encíclica do Papa Francisco Fratelli Tutti (sobre a fraternidade e a amizade social), com o frei Luiz Susin, capuchinho, professor na PUC-RS e na Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana (Estef). Também contou com uma ampla visualização e foi transmitida pelo youtube dos capuchinhos de São Paulo, pelo youtube do Canal Resistentes e pelo facebook da Articulação Brasileira pela Economia de Francisco e Clara:

https://www.youtube.com/watch?v=w5knpfdOShQ&feature=youtu.be

E finalizou-se, em 28 de novembro, com a formação sobre a “Economia de Francisco e Clara”, encontro mundial, convocado pelo Papa, em vista de “repensar” a atual economia para ser mais justa, inclusiva e sustentável, o qual tem levado também a um grande movimento mundial. Essa formação foi conduzida por Daiane Zito, membro da Pastoral da Juventude de São Paulo, que participou deste encontro mundial, e frei Marcelo Toyansk (ambos também da Articulação Brasileira pela Economia de Francisco e Clara). Ao mesmo tempo, a Comissão JPIC dos capuchinhos e a OFS de SP, em parceria com a Pastoral da Moradia da Arquidiocese de São Paulo, lançaram uma Campanha solidária às muitas famílias empobrecidas e desempregadas nas periferias de São Paulo, motivados a partir do Dia Mundial dos Pobres e seguindo a Campanha durante o Tempo do Advento de 2020.